Um plano de negócios afogado em números (parte 3 – despesas)

despesasAs despesas são divididas em: custos variáveis e custos fixos.

Os custos variáveis são aqueles diretamente ligados ao produto – “variáveis” no sentido que estes custos aumentam e diminuem na medida que produzimos e vendemos mais ou menos produtos ou serviços.

Um exemplo: se contratamos pessoal temporário, especialmente para o desenvolvimento dos projetos vendidos, devemos contratar mais pessoal se vendemos mais projetos e menos pessoal do contrário. No limite, se não vendemos projeto algum, não contratamos pessoal temporário (variável) algum. Portanto, neste caso, este custo será zero.

Outro exemplo: o custo de compra de matéria-prima está associado diretamente à demanda. Se a demanda cai, cai também o custo variável associado a compra de matéria-prima, se a demanda aumenta, mais gastos com matéria-prima serão consumidos.

Portanto, matéria-prima, outros insumos básicos para o produto ou serviço e pessoal diretamente ligado à produção são exemplos de custos computados como custos variáveis.

Os custos fixos são aqueles que não estão diretamente ligados ao produto, e alteram pouco, ao longo do crescimento da empresa. Aqui são computados os custos de ocupação, pessoal administrativo e financeiro, entre outros.

Alexandre Ribenboim.

Observação: Estes posts não pretendem apresentar uma profunda descrição da parte financeira de um plano de negócios, mas sim, servir como um guia para os principais temas.