O líder competente

wpid-http___www.papeldeparede.fotosdahora.com_.br_wallpaper_06Esportes_06006escalada__escalada_03.JPG-2011-03-4-10-441.jpgO líder serve as pessoas e não o contrário”, Beto Sicupira.

Quantas vezes você já quis demitir um funcionário da sua empresa ou equipe por achá-lo incompetente?

Não é raro ver um líder estressado com seus subordinados porque eles não realizam as suas tarefas da forma com que este líder espera. Nestes casos, afirmo, categoricamente, que antes de se julgar a incompetência de alguém, o líder deve ter certeza de que foram oferecidos todos os recursos para esta pessoa desempenhar as suas tarefas, antes disto, ninguém deve ser demitido! Em outras palavras, o líder deve sempre refletir se não é parte do problema e, somente se tiver certeza que não é, seguir a via da demissão.

Será que você está sendo competente como líder da sua equipe?

Para você atuar como líder de uma empresa ou de uma equipe, por menor que seja, você deve se dedicar às tarefas de apoio aos seus subordinados, ou seja, se certificar que você criou todos os recursos necessários para os funcionários desempenharem as suas tarefas da forma que você espera.

Para começar, você deve definir o que é esperado como resultado – definir com qualidade, do jeito que manuais definem o funcionamento de algo. Definir o que é esperado também envolve combinar o prazo para a conclusão de uma tarefa.

Em seguida, você deve se certificar que seus funcionários têm todos os recursos para desempenhar as tarefas e, caso não tenham, garantir que esses recursos estejam disponíveis no momento certo. Os recursos podem ser internos, por exemplo, o suporte de alguma outra área, ou externos, um serviço de algum fornecedor.

Dando continuidade, você deve “proteger” seus funcionários. Proteger, no sentido de garantir que eles possam se dedicar à execução das suas tarefas com o foco necessário, pois outro recurso importante, e escasso, é a disponibilidade de tempo para executar a tarefa no prazo.

Melhor ainda, se o líder consegue definir as razões da tarefa, onde a tarefa se encaixa nos objetivos estratégicos da área ou da empresa, oferece ao funcionário um sentimento de pertencer a algo maior, estabelece um objetivo mais concreto do que, normalmente, o funcionário consegue enxergar apenas com a visão da tarefa isolada. Este tipo de visibilidade, de transparência, tem o efeito de criar mais que funcionários competentes, cria funcionários competentes e motivados.

Trabalhe para melhorar o nível das suas equipes.

Alexandre Ribenboim.