Harvest: Uma ferramenta para controle de horas

wpid-time_tracking-hsjsz4ndhv9j.jpgQuem acompanha este blog sabe que sou fã de software na nuvem (#cloud, #saas). Esses software são pagos por uso e seus preços são, em geral, acessíveis para as pequenas e médias empresas e start-ups. Pode-se começar a usar uma ferramenta cloud quase instantaneamente, pois ela dispensa a compra e a instalação de equipamentos e sistemas, bastando o browser para conectar.

Seguindo o assunto dos dois últimos posts, vou apresentar uma dessas ferramentas, voltada, exclusivamente, para o controle de “timesheets”, o estoque de horas que as empresas de serviços devem registrar e consolidar para produzir inteligência para o negócio. Trata-se do Harvest.

A ferramenta Harvest serve tanto para profissionais autônomos – um consultor, um designer – como para empresas. Seu custo mensal é razoável: USD 90 para 10 usuários, USD 40 para 5 usuários ou USD 12 para um único usuário.

O Harvest organiza seus dados na seguinte estrutura básica:

Clientes
— Projetos
—- Tarefas
—— Horas e profissionais
— Despesas
—- Tipos e valores

Um cliente pode ter vários projetos, cada projeto várias tarefas e despesas. As tarefas, por sua vez, mantém o registro das horas e dos profissionais envolvidos e as despesas são estruturadas por tipos e registram os valores das gastos com o projeto.

Para usar o Harvest deve-se imputar os clientes ativos, os projetos ativos e as diferentes tarefas que cada projeto demanda. Em seguida, os profissionais que trabalham na empresa (funcionários ou terceiros) devem ser cadastrados. Cada profissional recebe uma conta de acesso à ferramenta para, via web, registrar suas horas e despesas diariamente.

No final do período, pode-se usar o sistema para gerar, automaticamente, diversos relatórios por cliente, por projeto, por período, por pessoa, etc. etc.

Há uma versão para iPhone que permite registrar as horas utilizadas em campo.

Quem quiser conhecer outras ferramentas de controle de horas há ainda: FreshBooks e TSheets. Ou ainda, todas essas da figura abaixo.

wpid-ferramentas_time_tracking-c8wehvh2lw6p.jpg

Alexandre Ribenboim.